Sistema de propinas da Odebrecht nunca foi acessado pela Lava Jato, diz Dallagnol
07/08/2017 - 10h38 em Política

Famoso por gerenciar a contabilidade das propinas pagas pela Odebrecht, o MyWebDay nunca foi acessado pelo Ministério Público Federal (MPF). O arquivo foi descoberto ainda em 2016, com a prisão de uma funcionária do chamado "Departamento de Propinas" da empreiteira, e culminou na delação da Odebrecht. Mesmo assim, o procurador da República Deltan Dallagnol afirmou que a Suíça, responsável por armazenar a planilha, nunca compartilhou os dados. A afirmação foi feita à Justiça, em resposta aos advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que querem conhecer o material. Segundo informações do blog Painel, da Folha de S. Paulo, em um primeiro momento, o diretor da Odebrecht, Hilberto Mascarenhas, disse que tinha a chave de acesso ao sistema, mas depois ele voltou atrás e disse que se desfez dela. De acordo com a publicação, as poucas planilhas do sistema que aparecem em algumas delações integravam correspondências antigas trocadas entre diretores da empresa.

Fonte: Bahia Notícias

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE