CGU identifica irregularidades em 44,6 mil benefícios do INSS
11/01/2018 - 8h28 em Geral

O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) identificou irregularidades em 44,6 mil benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), entre aposentadorias, auxílios e pensões. Segundo informações da Agência Brasil, esses pagamentos irregulares custam R$ 37 milhões mensais e R$ 484 milhões ao ano. Várias normas vetam o acúmulo de benefícios, a exemplo da lei 8.213 de 1991, que proíbe o recebimento de duas aposentadorias ou de aposentadoria e auxílio-doença. O Decreto 83.080 de 1979, por sua vez, impede concessão de benefício de assistência ao trabalhador rural a alguém que já esteja em outro regime da Previdência Social. Foram examinados 96 tipos de benefício na folha de pagamento de março de 2017.

Fonte:Bahia Notícias

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE