Fifa encerra caso Neymar x Barça, que será julgado pela Justiça espanhola
13/02/2018 17:49 em Esporte

 

O litígio Neymar x Barcelona não está mais nas mãos da Fifa. O GloboEsporte.com apurou junto ao estafe do craque que a entidade encerrou o caso sem julgá-lo em função de o atacante ter entrado com uma ação contra o clube na Justiça espanhola há cerca de duas semanas. Como não é possível haver duas ações sobre o mesmo pedido em duas jurisdições diferentes, a Fifa passou o caso adiante, como de costume. Os advogados de Neymar já esperavam essa decisão e agora focam na Justiça comum. Ainda não há previsão para uma definição, mas não será um processo rápido.

O camisa 10 cobra do Barcelona 43 milhões de euros (cerca de R$ 174 milhões) como bônus da renovação assinada em outubro de 2016 - o valor a princípio era de 26 milhões de euros, mas agora foram acrescidos impostos. Em meio ao processo de transferência de Neymar para o PSG, o Barça depositou o valor em juízo - ou seja, os 26 milhões de euros estão retidos -, porque reclama que o jogador saiu antes do fim do contrato, que tinha duração até o meio de 2021. O estafe do atacante entende que o contrato não trazia essa obrigação.

 

Em contato com a reportagem, a Fifa não entrou em detalhes, mas confirmou que não houve resolução do caso.

- Essa questão ainda está pendente. Não temos mais informações neste momento - disse a entidade.

A imprensa espanhola noticiou que a Fifa teria recusado a denúncia de Neymar contra o Barcelona, e que isso seria uma primeira vitória para o clube catalão. Mas a realidade é que o caso está nas mãos da Justiça espanhola.

 

Procurada pela reportagem, a assessoria de Neymar posteriormente se manifestou por meio de um comunicado oficial. Veja abaixo:

"Cumpre esclarecer que ao contrário do divulgado pela imprensa, não houve qualquer julgamento de mérito pela FIFA no caso envolvendo o atleta Neymar Jr. e o F.C. Barcelona, mas tão somente o já esperado encerramento do caso em face da ação ajuizada pelo atleta perante a justiça espanhola. Assim, o atleta Neymar Jr. segue pleiteando o integral pagamento dos valores devidos pelo F.C. Barcelona pela assinatura do seu contrato de trabalho em 2016."

 

Fonte:g1.globo.com

 

COMENTÁRIOS