Seleção euclidense despacha São Domingos e avança para a terceira fase do Intermunicipal 2018
02/10/2018 14:50 em Esporte
Jogo, em que a seleção de futebol de Euclides da Cunha entrou em campo com o propósito de liquidar logo a fatura nos primeiros minutos, ficou claro que a rapaziada comandada pelo prof. José Carijé não queria jogar apenas, com o regulamento debaixo do braço, já que um simples empate garantiria vaga para avançar na competição, e em dez minutos, havia desperdiçado três boas oportunidades de fazer gol. Nestes primeiros dez minutos, já vencia pelo placar de 1 x 0, gol do artilheiro Pim, na cobrança de uma penalidade máxima, sem chance de defesa para o goleiro Japinha.
 
Euclides da Cunha, que havia poupado vários titulares para este jogo, continuou melhor na partida, e poderia até ter terminado o primeiro tempo com um placar mais amplo.
Para o segundo tempo, o time da casa voltou com uma alteração em seu meio de campo, com a saída de Robinho, substituído por Emerson, talvez, para poupar o atleta, que havia sofrido uma forte pancada durante uma disputa de bola com um zagueiro adversário, e precisou de atendimento um pouco mais cuidadoso do massoterapeuta Henrique. 
 
Sem Robinho, peça chave no esquema de jogo de José Carijé, mesmo assim a seleção euclidense continuou mandando no jogo e outras substituições foram feitas, que aparentemente tornaram mais frágil o time, mas o que houve mesmo, foi um pouco de relaxamento que permitiu ao adversário fazer dois gols por facilidade na marcação. 
A seleção reagiu e voltou a ter o domínio da partida, e o artilheiro Pim voltou a fazer a alegria da torcida, ao marcar seu terceiro gol na partida, atingindo a marca de dez gols no campeonato, habilitando-o para mais uma vez, conquistar a chuteira de ouro, troféu oferecido pela FBF ao artilheiro da competição. Também, foi o primeiro jogo em que o excelente goleiro Márcio Greick sofreu dois gols, nesta competição.
 
Euclides da Cunha jogou com: Márcio Greick, Nino, Dedeo (Eduardo), João Carijé, Gilmar, Ray, Inho (Eduardo), Robinho (Emerson), Joaquim (Bambam), Pim e Igor, autor do segundo gol, (Jefinho). Técnico: José Carijé, auxiliar-técnico: Edilson Santos, preparador-físico: prof. Jarielton Guerra, preparador de goleiros: prof. Vaval, massoterapeuta: Henrique, roupeiro: Linaldo (preto) e Pretinho: auxiliar geral. Diretor: Léo mota.
Com este resultado, Euclides da Cunha e João dourado compõem o grupo 41.
 
A seleção de São Domingos, que pela primeira vez participa do campeonato intermunicipal, não reuniu forças suficientemente para enfrentar uma seleção formada por grandes nomes do futebol amador da Bahia, com atletas que já conquistaram 8 títulos (Márcio Greick) e Pim, que nos últimos 14 anos, foi ganhador do troféu ‘chuteira de ouro’, como artilheiro do Intermunicipal, este, que é o maior campeonato de futebol amador do brasil.
A seleção dominguense foi a campo com o firme propósito de segurar a partida e trabalhar explorando o contra-ataque, marcação mais pelo lado esquerdo do campo, o que facilitou as decidas, sempre perigosas da seleção euclidense pelo setor direito, por onde ocorreram quase todos os ataques do time da casa, principalmente, nos dez minutos iniciais, quando três boas oportunidades de gol foram desperdiçadas pelo ataque euclidense. 
 
Em seu primeiro e perigoso ataque, São Domingos reclamou de uma suposta penalidade máxima, oriunda de um chute forte que bateu no braço do zagueiro dentro da grande área, mas que o árbitro interpretou como “bola na mão”, já que o atleta adversário não teve a intenção de cometer a falta, diante do chute frontal e inesperado do atacante.
Já na segunda etapa de jogo, o professor Adileu tentou melhorar o rendimento do time, colocando em campo novos atletas, que aparentemente melhorou o rendimento, aproveitando-se do relaxamento dos atletas de meio de campo da seleção de Euclides, na marcação, do que se aproveitou o atacante Dedé para marcar o primeiro gol de sua equipe, que ao perder a bola na saída de jogo, num rápido contra-ataque de Euclides da Cunha, o artilheiro Pim, em menos de um minuto, ampliou o marcador para 3x1, dando uma esfriada no ânimo adversário que, com novas alterações na equipe, voltou a subir de produção e marcar o segundo gol. Mas, à tarde era mesmo do artilheiro Pim, que voltou a marcar, em outro contra-ataque, o quarto gol de Euclides da Cunha que selou o placar do jogo.
São Domingos jogou com: Japinha, Bruno, Peo, Junior 74, Eugênio, Johnean (Nicolas), Heitor (Élisson), Edmundo (Bismark), Dedé, Diego, Bruno (Nino). Dedé e Diego foram os autores dos gols. Técnico: Adileu Lima, auxiliar-técnico: Getúlio, preparador físico: Ângelo, preparador de goleiros: Cloves, auxiliar de enfermagem: Passarinho, Massagista: Gildásio.

                        

FONTE: http://euclidesdacunha.com.br/noticias/selecao-euclidense-despacha-sao-domingos-e-avanca-/2640#.W7OthXtKjIU

COMENTÁRIOS