Anitta diz sofrer preconceito em reuniões de negócios: 'me tratam como burra'
03/11/2018 08:26 em Música

Que Anitta investe em sua carreira de empresária não é segredo para ninguém. Mas, recentemente, a cantora mudou a estratégia de marketing de seus agenciados. Dona da empresa Rodamoinho, que lança e gerencia colegas de profissão como a cantora pop Clau, a artista admitiu que parou de atrelar seu nome ao dos clientes.

 

 

"Sabem da Clau, mas decidi não revelar mais para evitar pressão. Acham que, por ser eu a empresária, o artista tem que ter um desempenho igual”, disse Anitta, em entrevista à revista "Voe Gol" de novembro.

 

Anitta também já gerenciou a carreira do cantor e ator Micael. Os dois, no entanto, romperam profissionalmente em agosto deste ano. Ainda na entrevista divulgada pela publicação, Anitta relata sofrer frequentes preconceitos em reuniões internacionais de negócios: "Ser mulher e jovem é um problema. Já me recebem de cara feia, como quem diz: ‘Vim perder meu tempo, o que essa menina acha que está falando?’”.

 

O jogo de cintura da cantora para driblar as primeiras impressões é fingir não entendê-los: "Dou uma de louca. Se me tratam como burra, finjo que sou mesmo. No final, faço o que eu quero e a pessoa vê, nos resultados, que não estou de bobeira (...) Preciso ser carismática e querida, e por isso acham que não tenho pulso firme para tomar uma decisão contrária”.

COMENTÁRIOS