Justiça absolve acusados de matar filho de Carlinhos de Jesus
07/12/2018 17:47 em Famosos

Quatro réus acusados pela morte de Carlos Eduardo Mendes de Jesus, filho do coreógrafo Carlinhos de Jesus, foram absolvidos pelo Conselho de Sentença do 1º Tribunal do Júri, nesta sexta-feira (7), por maioria dos votos. O assassinato ocorreu em 2011, em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro.

 

O TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) informou que a juíza Ariadne Villela Lopes revogou a prisão preventiva dos quatro homens e determinou que sejam expedidos os alvarás de soltura.

 

"Considerando a decisão do Eg. Conselho de Sentença, revogo as prisões preventivas dos réus, eis que não mais subsistem os requisitos legais necessários à manutenção", escreveu na sentença.

 

Em março do ano passado, um policial militar, que também era acusado, já havia sido absolvido pelos jurados. Na ocasião, eles concluíram que não existiam provas no processo para incriminá-lo.

 

Em março do ano passado, um policial militar, que também era acusado, já havia sido absolvido pelos jurados. Na ocasião, eles concluíram que não existiam provas no processo para incriminá-lo.

 

Já o PM Miguel Ângelo da Silva Medeiros foi condenado, também em 2017, a pouco mais de 16 anos de prisão. De acordo com a denúncia, ele foi o autor dos oito disparos efetuados contra a vítima.

 

Carlos Eduardo Mendes de Jesus era vocalista de um grupo de samba. Na época, os investigadores constataram que integrantes da banda se envolveram em uma briga com um policial militar em uma festa.

Fonte:r7.com.br

COMENTÁRIOS