Oito das dez cidades mais afetadas por retração da Caatinga são baianas
06/10/2021 11:53 em Natureza

Foto: Reprodução / Carlos Brito

Um levantamento feito pelo MapBiomas e divulgado nesta quarta-feira (6) revelou que as mudanças na cobertura de solo nas últimas três décadas estão agravando o risco de desertificação de partes da Caatinga. Das dez cidades mais afetadas pela retração do bioma, oito estão na Bahia. O levantamento reuniu imagens de satélite da região entre os anos de 1985 e 2020.

 

No estado, a perda de vegetação primária no período observado totalizou 15 milhões de hectares, ou uma retração de 26,36%. Fazem parte dessa lista de cidades que mais tiveram trechos suprimidos os seguintes municípios baianos: Campo Formoso, Serra do Ramalho, Bom Jesus da Lapa, Itaberaba, Rodelas, Macururé, Queimadas e Jeremoabo.

 

"Monitoramos 36 anos de observação, no Brasil inteiro, da Caatinga. Usamos métodos científicos, validados. E durante esse tempo, fizemos esse balanço do que ocorreu de transformação", elenca Washington Franca Rocha, coordenador da equipe de Caatinga da iniciativa do MapBiomas.

 

Diferentes motivações provocaram a perda considerável da área de Caatinga identificada pela iniciativa. Cerca de 10% da vegetação desapareceu por causas naturais. Já o agronegócio foi o grande responsável por extinguir trechos localizados nos municípios do Oeste do estado.

Por Bahia Notícias

COMENTÁRIOS