Separada há 25 anos, mulher usa internet para exigir divórcio
15/05/2019 09:53 em Geral

A história de Cleusa “de mala e cuia” Cruz viralizou na última semana. A cabeleireira diz que tenta se divorciar do ex-companheiro há 25 anos, mas nunca consegue a assinatura dos documentos. Ela afirma que vai se mudar para a casa do ex e morar junto com a atual esposa. De acordo com Cleusa, ela tentou três encontros com o ex-marido para assinar os documentos, mas ele não compareceu aos locais marcados, como na vara de família. Após a última tentativa de encontro para separação, no dia 8 de maio, Cleusa decidiu usar suas redes sociais para compartilhar a história com os internautas.

 

“Eu, Cleusa da Cruz Florenço, quando voltar de viagem me mudarei para sua casa para com você e a sonsa da sua esposa. Quer ficar casado? Então vamos ficar casados. Vou dormir junto com vocês, comer junto com vocês e, mais, vai pagar minhas contas”, desabafou.

 

O post foi um sucesso na internet e gerou uma página chamada “Chegada da Cleusa de Mala e Cuia” com mais de 300 mil curtidas em menos de seis dias de criação.

 

Fãs fazem bolo em homenagem à Cleusa

 

A cabeleireira está a trabalho em Goiás e disse que volta ao Rio de Janeiro no próximo domingo (19) e quer ver “se realmente vai ter o divórcio assinado”. Os fãs de Cleusa estão organizando eventos para recebê-la no aeroporto e brincam que estão alugando espaços na frente da casa de seu ex-marido para ver “a treta do século”, como eles classificam esse encontro. Segundo a defensora pública Fátima Saraiva, Cleusa não precisaria ter esperado os últimos 25 anos para se separar.

 

“Ela [Cleusa] pode ingressar com um pedido de divórcio litigioso (quando não há consenso) porque o direito dela de se divorciar independe da vontade do outro.” De acordo com a defensora, Cleusa e qualquer outra pessoa que deseje a separação precisa apenas de um advogado ou defensor público para iniciar o processo.

 

 

Fátima ainda ressalta que as ameaças feitas por Cleusa, se concretizadas, configuram o exercício arbitrário das próprias razões, conhecido popularmente por "fazer justiça com as próprias mãos".  Enquanto a internet aguarda o desfecho dessa história de novela, “a Vingadora”, apelido que ganhou em alusão ao filme de sucesso da Marvel, vai ganhando fãs e caminhando, para finalmente, sua separação.

Fonte: R7

 

COMENTÁRIOS