Meio ambiente: Alemanha confirma bloqueio de R$ 156 milhões e põe em xeque acordo Mercosul-UE
13/08/2019 10:55 em Política

FOTO: GETTY IMAGES

O Ministério do Meio Ambiente da Alemanha confirmou nesta segunda-feira (12) que decidiu congelar investimentos de até 35 milhões de euros (ou R$ 156 milhões) em projetos de preservação ambiental no Brasil.

 

Em novo episódio da sequência de atritos entre países europeus e o Brasil sobre a proteção de ecossistemas, a pasta também colocou em dúvida o apoio alemão ao acordo de livre comércio entre Mercosul e União Europeia, cujo capítulo sobre sustentabilidade seria "essencial", segundo o ministério.

 

Além dos impactos sociais e ambientais, a controvérsia sobre o aumento brusco no ritmo de desmatamento na Amazônia desde o início do governo de Jair Bolsonaro traz problemas diplomáticos para o Brasil.

 

Junto ao corte milionário em investimentos e de possíveis impactos no acordo assinado por sul-americanos e europeus após 10 anos de negociações, o governo da Alemanha afirmou que "já discute" mudanças no financiamento do Fundo Amazônia, lançado em 2008 como o maior projeto da história de cooperação internacional para a preservação da floresta amazônica.

 

Em nota enviada por um porta-voz à reportagem, a ministra alemã do Meio Ambiente, Svenja Schulze, afirmou que "a política do governo brasileiro na Amazônia gera dúvidas sobre se o país ainda busca uma redução consistente nas taxas de desmatamento".

 

"Somente quando esta clareza for restaurada, a colaboração no projeto pode ser retomada", continuou.

 

Os investimentos bloqueados faziam parte de uma verba do governo alemão destinada a projetos ligados a clima e biodiversidade em países em desenvolvimento - a Iniciativa Internacional para o Clima.

 

De acordo com o porta-voz do ministério alemão, "uma chamada para avaliação de projetos de até 35 milhões de euros criada especificamente para o Brasil está bloqueada".

 

"Um pré-requisito para a cooperação dentro do programa é que o parceiro político (Brasil) apoie o conteúdo dos projetos. Na situação atual, há dúvidas consideráveis sobre isso e, por enquanto, nenhum outro projeto novo será financiado."

 

Entre 2008 e 2018, este programa do Ministério do Meio Ambiente da Alemanha investiu em torno de 95 milhões de euros (ou 424 milhões de reais) em projetos bilaterais com o Brasil, segundo o porta-voz.

Por BBC News

COMENTÁRIOS