PMs grevistas negam responsabilidade sobre atos de vandalismo e repudiam ações
11/10/2019 06:58 em Policial

Foto: Divulgação

O coordenador-geral da Associação dos Policiais e Bombeiros e de seus Familiares do Estado da Bahia (Aspra/Bahia), o deputado estadual Soldado Prisco (PSC), negou responsabilidade sobre os atos de vandalismo e repudiou as ações.

 

A Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) divulgou nota em que informa apurar se há ligação entre os atos e o grupo. Prisco afirmou que o governo tem de forma “irresponsável” colocado a população baiana contra os policiais militares.

 

“Foi assim em 2014 e estão tentando repetir em 2019 buscando um vilão para os transtornos enfrentados em momento tão delicado”, afirmou. “Nós tivemos o cuidado de orientar toda a diretoria da Aspra que permanecesse na assembleia durante a noite e madrugada, o que aconteceu.

 

Não podem de forma absurda atribuir a ninguém aqui a violência sofrida na Bahia há anos”, emendou.

Por Bahia Notícias 

COMENTÁRIOS