Geddel volta a chorar em depoimento e nega ter pressionado ex-ministro a liberar obra em Salvador
08/11/2019 06:59 em Política

Geddel Vieira Lima durante depoimento à Justiça | Foto: Reprodução/Arquivo

O ex-presidente Michel Temer e o ex-ministro da Secretaria de Governo Geddel Vieira Lima prestaram depoimento nesta quinta-feira (7) e negaram ter pressionado o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero a liberar uma obra em Salvador (BA). 

 

Em novembro de 2016, quando deixou o governo, Marcelo Calero disse à Polícia Federal que Temer e Geddel o pressionaram a liberar a obra de um prédio embargada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), órgão subordinado ao ministério. 

 

Geddel comprou um apartamento no empreendimento, e a acusação de Calero à época provocou uma crise no governo. No depoimento desta quinta-feira, Temer disse que a reunião com o então subordinado foi “algo muito superficial” e que tentou somente “resolver o conflito político” entre Geddel e Calero. 

 

Ao prestar depoimento, Geddel Vieira Lima chorou e afirmou que tem se deparado com uma “série de inverdades” sobre o tema. Acrescentou que Marcelo Calero “faltou com a verdade” porque, segundo Geddel, a conversa entre os dois foi “transparente” e “clara”.

Por G1 Globo

COMENTÁRIOS