ARACI: Suspeitos de envolvimento em homicídio ocorrido em 2020 são presos durante operação
05/08/2022 15:26 em Policial

Foto: Divulgação/Polícia Civil

 

Dois suspeitos de envolvimento no homicídio de um homem, ocorrido em setembro de 2020, em Araci, cidade da região sisaleira da Bahia, tiveram as prisões preventivas cumpridas na quarta-feira (3), durante a Operação Sem Freio, deflagrada pela Polícia Civil.

 

De acordo com a polícia, o crime ocorreu no interior de um bar, onde a vítima, identificada como Marcelo de Sousa Andrade, jogava uma partida de sinuca com familiares e amigos.

 

“Apuramos que quatro homens em duas motocicletas chegaram no estabelecimento à procura de uma pessoa de prenome Marcelo e a vítima, que coincidentemente tinha o mesmo nome e estava naquele local, se apresentou, sendo alvejado com diversos tiros”, explica o delegado Fábio Nobre de Melo, coordenador regional da Polícia Civil.

 

Logo após o crime, o grupo fugiu e o homem foi socorrido para um hospital em Araci, mas não resistiu. A Polícia Civil informou que todos os envolvidos no homicídio foram identificados, sendo que um deles morreu no município de Carira, em Sergipe, durante confronto com policiais locais.

 

Ainda segundo a Polícia Civil, uma espingarda calibre 36 foi apreendida em uma fazenda de propriedade do mandante do crime, que está sendo procurado. A polícia disse que na residência dele, em Araci, foi encontrado um revólver 38. A mulher do acusado foi autuada em flagrante por posse ilegal de arma de fogo, e após pagamento de fiança arbitrada pela Justiça foi liberada.

 

“Outras diligências serão desencadeadas para a localização dos foragidos, que podem responder por homicídio, associação criminosa, corrupção de menores, tráfico de drogas e associação para o tráfico”, afirmou o delegado Hildebrando Alves da Silva, titular da Delegacia Territorial de Araci.

 

Investigadores da 2ª Coorpin de Alagoinhas e das Delegacias Territoriais de Tucano, Teofilândia, Barrocas, Conceição do Coité e Santanópolis também participaram da operação.

 

A dupla que teve a prisão preventiva cumprida passou por exame de corpo de delito e está à disposição da Justiça. As armas apreendidas foram encaminhadas para perícia.

 

Por Notícias de Santaluz

COMENTÁRIOS